Terremoto atinge o Maranhão e Piauí; o tremor de terra atingiu 4,6 graus na escala Richter

…,”e terremotos, em vários lugares.”… {Mateus 24:7}

Apesar de o Brasil ter fama de não registrar terremotos, abalos sísmicos acontecem esporadicamente no país. 

No Maranhão, no dia 3 de janeiro de 2017, foi registrado um tremor de terra que atingiu 4,6 graus na escala Richter. O fenômeno foi sentido por moradores e confirmado pelo Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP).

De acordo com o órgão, o epicentro do terremoto foi registrado na cidade de Belágua, às 9h45. Os tremores chegaram a ser sentidos na capital do estado, São Luís. Habitantes de Teresina, no Piauí, também relataram que sentiram o abalo sísmico.

Abalos sísmicos que variam entre 4 e 4,9 graus na escala Richter podem causar tremor de objetos dentro de edifícios, mas oferecem baixo risco de danos importantes. Tanto em São Luis quanto em Teresina, prédios públicos foram evacuados por precaução.

O tremor de terra mais intenso registrado no Brasil aconteceu em 1955 na Serra do Trombador, no Mato Grosso. Esse terremoto atingiu 6,6 graus na escala Richter, que vai até 9. [Via: HISTORY]

Segundo Centro de Sismologia da USP, epicentro foi registrado no município de Belágua e tremores foram sentidos em São Luís e Teresina.

Tremor de terra provoca evacuação de prédios em Teresina (PI) (Neto Rodrigues/Facebook)

Um abalo sísmico de 4,6 graus na escala Richter atingiu o Estado do Maranhão na manhã desta terça-feira, segundo informações de moradores e da imprensa local, confirmadas pelo Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP). O epicentro do terremoto foi registrado no município de Belágua, às 9h45, e os tremores foram sentidos na capital São Luís, em diversos outros municípios. Nas redes sociais, moradores de Teresina, no Piauí, também relataram ter sentido tremores.

Segundo informações do jornal ‘O Imparcial’, a sede do Tribunal de Contas do Maranhão e  o 7º Juizado Especial Cível, em São Luís, foram evacuados após o susto. O mesmo ocorreu em prédios de Teresina.

Mais cedo, também nesta quarta-feira, o Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) registrou abalos sísmicos no Chile e na Índia.

De acordo com a escala Richter, terremotos como este, entre 4 e 4,9 graus, causam tremor notório de objetos no interior de habitações, mas com “improváveis danos importantes”.

Centro de Sismologia da USP registra tremor no Maranhão (IAG-USP/Reprodução)

[FONTE: Veja]

Informação:

Os 7 maiores terremotos que já ocorreram no Brasil: O Brasil não é uma região vulnerável a sofrer esses tipos de abalo, pois está localizado no centro da placa aqui da América do Sul. *Isso é o que diz a ciência, porém a ciência erra em muitas das suas afirmativas…

terremoto (Thinkstock)

Os terremotos são fenômenos que podem ser causados por falhas geológicas, vulcanismos e, principalmente, pelo encontro de diferentes placas tectônicas. A maioria dos abalos sísmicos é provocada pela pressão aplicada em duas placas contrárias. O Brasil não é uma região vulnerável a sofrer esses tipos de abalo, pois está localizado no centro da placa aqui da América do Sul. Apesar disso, já houve vários casos de terremotos no país. E a gente lembrou dos 7 maiores ocorridos por aqui:

7. Mato Grosso (1955)

Em janeiro de 1955, no Mato Grosso, mais precisamente na Serra do Trombador, foi detectado um terremoto de 6,6 graus na escala Richter, o maior registrado na história do Brasil. O abalo ocorreu em região muito pouco habitada, o que não ocasionou em mortes nem em danos materiais.

 6. Espírito Santo (1955)

No mesmo ano, a cidade de Vitória-ES foi atingida por um abalo sísmico de 6,3 graus na escala Richter. A reação das pessoas foi de susto e as casas apemas balançaram. Não há nenhum registro de ferimentos ou danos.

5. Rio Grande do Norte (1980)

João Câmara, município do Rio Grande do Norte, foi atingido por uma série de terremotos na década de 1980. O mais grave deles ocorreu em novembro de 1986, quando a cidade tremeu com um tremor de 5,1 graus na escala Richter, provocando a destruição de 4 mil imóveis.

4. Pacajus, Ceará (1980)

Na mesma década, Pacajus, na Região Metropolitana de Fortaleza, viveu na pele os efeitos de um terremoto com magnitude de 5,2 na Escala Richter e foi sentido na Capital.

3. Itacarambi – MG (2007)

O tremor na localidade de Caraíbas, no município de Itacarambi, no norte de Minas Gerais, atingiu 4.9 na escala Richter. Apesar de uma magnitude não tão grande, uma criança de 5 anos morreu e seis pessoas ficaram feridas. Além disso, pouco mais de 5 casas caíram em função do terremoto.

2. Divisa entre Acre e Amazonas: 6,1 graus (2007)

Um terremoto de 6,1 graus na escala Richter foi registrado entre os estados de Acre e Amazonas em 2007. Não houve registros de mortos e feridos nem danos materiais, apenas depoimentos de pessoas que sentiram o tremor.

1. São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Rio de Janeiro. (2008)

Um terremoto de 5,2 graus de magnitude na escala Richter atingiu diversas regiões de São Paulo. Não houve registros de acidentes. O mais interessante (ou aterrorizante) é que o tremor refletiu nos estados do Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais e Santa Catarina. 

A classificação de tremores da Escala Richter.

3 a 3,9
São percebidos pelos humanos mas não causam danos materiais
Frequência mundial: 50 mil por ano

4 a 4,9
Têm maior intensidade e, eventualmente, provocam estragos em carros e vidros
Frequência mundial: 8 mil por ano

5 a 5,9
Causam danos em construções sólidas. Podem provocar rachaduras
Frequência mundial: 1 500 por ano

6 a 6,9
Causam estragos em um raio de 100 quilômetros. Destroem pontes e estradas
Freqüência mundial: 150 por ano

7 a 7,9
São dez vezes mais fortes que os terremotos de magnitude 6
Frequência mundial: 20 por ano

8 em diante
São catastróficos. Destroem cidades inteiras e causam milhares de mortes
Frequência mundial: um a cada oito meses

[FONTE: EXAME]

MAIS…

MAIS…

>> Leia aqui no site tudo sobre Terremoto

>> Leia aqui no site tudo sobre Geoengenharia

>> Leia aqui no site tudo sobre Aquecimento global

>> Leia aqui no site tudo sobre Erupções Vulcânicas no Mundo

>> Leia também: O fracasso da humanidade: Os 10 países mais pobres do mundo!

>> Leia também: China confirma que sua estação espacial cairá na Terra em 2017!

>> Leia também: Planeta Terra exposto à colisão com um grande asteroide no futuro!

>> Leia aqui no site tudo sobre Megaterremotos

>> Leia aqui no site tudo sobre a falha de San Andreas

>> Leia também: O perigo iminente de um Mega-Terremoto nos EUA, no Noroeste Pacífico e Cascadia

>> Leia também: Falha de San Andreas sob extrema pressão: O perigo real de uma das falhas geológicas mais temidas do mundo

>> Leia também: CONHEÇA A FEMA: A AGÊNCIA FEDERAL DE GESTÕES DE EMERGÊNCIAS DO GOVERNO DOS ESTADOS UNIDOS

>> Leia também: Preparação para o “inferno” americano? Fábricas e supermercados estão virando campos de concentração da FEMA!

>> Leia também: Governo de Mauricio Macri inaugurará primeiro campo de concentração na Argentina!

>> Leia também: “Campos da FEMA estão vindo”; Adverte a Suprema Corte de Justiça!

>> Leia também: 2016: Fotos feitas via satélite revelam caixões da FEMA sendo produzidos em grande produção!

>> Leia aqui no site tudo sobre Aquecimento global

>> Leia também: FATOS CIENTÍFICOS – ACABOU A FARSA DO EVOLUCIONISMO

>> Leia também: Aquecimento Global: O maior escândalo científico dos Estados Unidos e do Mundo

>> Leia também: TERRA PLANA: UMA TEORIA RIDÍCULA, ESDRÚXULA E ESTÚPIDA

>> Leia também: TERRA PLANA: A MÃE DE TODAS AS “TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO” OU EVIDÊNCIA CIENTÍFICA? TIRE AS SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES!

RELACIONADOS:

Acesse: Cientista: “Mega-terremoto” dividirá a América e matará milhões

Acesse: Terremoto vai devastar costa noroeste de continente em breve, diz sismologista

_______
Siga APCNEWS no Facebook e Twitter
Deixe seu comentário!
Mais em Brasil
Corrupção ou traição: O Brasil é o país derrotado na guerra que não guerreou!

Com um mínimo de reflexão, talvez passássemos a entender a ação dos impérios, as farsa das propagandas nos veículos de...

Fechar