Governo espanhol afasta do poder todo o governo catalão; O que a Catalunha e a Espanha perdem em caso de separação?

O presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, declarou que todo o governo da Catalunha será afastado do poder, tendo anunciado a realização de eleições antecipadas.

“Temos quatro objetivos: restaurar a legitimidade, regressar a uma situação normal de coabitação, restabelecer a economia e realizar eleições”, declarou Rajoy na coletiva de imprensa.

Na manhã deste sábado, o Conselho de Ministros da Espanha efetuou uma reunião de emergência, durante a qual foi estudada a possibilidade de aplicar o artigo 155 da Constituição.

Com a aplicação deste artigo, as autoridades espanholas podem privar a Catalunha do estatuto de autonomia.

Como frisou Rajoy, nem a autonomia, nem a autogestão da Catalunha serão suspensas. Serão afastadas do poder as pessoas que “colocaram a autogestão da Catalunha fora do quadro da lei e da Constituição”.

No dia 1º de outubro, na Catalunha realizou um referendo sobre a independência da região, no qual, de acordo com autoridades locais, mais de 90% votaram a favor da separação da Espanha. A Corte Institucional da Espanha qualificou a votação como ilegal por não condizer com a Constituição do país. [FONTE: Sputnik News]

População de Barcelona sai às ruas em protesto à intervenção de Madri (VÍDEO).

Manifestações foram realizadas em Barcelona nesta sábado, após a detenção de líderes de organizações nacionalistas catalãs e o anúncio do afastamento do atual governo da região, informou a emissora RTVE.

Presidente da Catalunha acusa o governo espanhol de querer “liquidar a democracia”. Carles Puigdemont convoca reunião parlamentar para debater intervenção no governo regional, mas não fala em declaração de independência.

O presidente da Generalitat, Carles Puigdemont, está com tudo pronto para fazer uma declaração formal de independência da Catalunha como resposta à aplicação do artigo 155 da Constituição por parte do Governo da Espanha. Encurralado por uma medida que o afastará do cargo, assim como seus 13 conselheiros, o presidente catalão pediu a realização de uma sessão plenária no parlamento, em princípio para “debater e decidir” sobre o alcance da intervenção da Generalitat. O líder catalão não especificou na noite de sábado, em sua declaração institucional, se a sessão incluirá a declaração de independência como lhe solicitaram os partidos aliados.

Carles Puigdemont. 

O Governo regional viu ontem seu campo de jogo ser totalmente reduzido. Dentro das forças separatistas se dissemina a ideia de que já não há margem para medidas intermediárias e só se ouviram as vozes que pedem ao president que proclame a independência. Puigdemont manteve silêncio até as nove da noite, quando falou em um discurso pela televisão, depois de assistir a manifestação que pedia a libertação dos líderes da Assembleia Nacional Catalã (ANC) e da Omnium Cultural, Jordi Sànchez e Jordi Cuixart, respectivamente.

president não esclareceu se finalmente proclamará a independência no Parlament, mas deixou a porta aberta. Pedirá à Câmara que convoque uma sessão na qual os deputados debatam e decidam “sobre a tentativa de liquidar” o autogoverno e a democracia catalãs, algo do que o Governo central foi acusado. “E que atuemos em consequência”, acrescentou em sua declaração. Puigdemont quis dar dramaticidade máxima a sua intervenção assegurando que a decisão do Executivo central é “o pior ataque às instituições” democráticas da Catalunha desde os tempos de Franco.

Para o president, o Executivo central se autoproclamou ilegitimamente representante da vontade de todos os catalães, e agora “quer nomear uma junta para que teledirija de Madri a autonomia da Catalunha”. Puigdemont, que usou o inglês e o castelhano em sua mensagem, voltou a chamar a atenção da opinião pública internacional. “Se os valores estruturais europeus estão em risco na Catalunha, também o estão em risco na Europa”, disse.

Antes de ler a declaração, o líder catalão esteve em contato com os dirigentes de seu partido e de seus alidos, assim como com o chamado estado maior do processo separatista, que inclui ANC e Omnium, as entidades que mobilizam as bases independentistas. A maior parte dos representantes pediram a ele que leve adiante a proclamação da independência, aconteça o que acontecer. A sessão na qual isso poderia ocorrer não tem data fixa, mas pode ser a partir da manhã de segunda-feira, dia 23. Às 10h30 está prevista uma reunião da Junta de Porta-vozes que deve fixar os detalhes.

Puigdemont precisa decidir se, uma vez afastados do cargo, tanto ele como seus 13 conselheiros querem salvar o segundo escalão do Govern, responsáveis pelo dia a dia de uma máquina de quinhentas instituições que fazem parte da Generalitat. São mais de 461 os altos dirigentes e afins do governo regional que verão seu cargo perigar e muitos deles são ao mesmo tempo dirigentes partidários. A única medida que Puigdemont poderia tomar para tentar deter a aplicação do artigo 155 é convocar eleições ordinárias, mas para isso não tem apoio de seus parceiros.

Salvar o autogoverno.

O outro dilema de Puigdemont é como aplicar a dupla demanda imposta a seu partido na quarta-feira passada. De um lado, o conselho nacional extraordinário de seu partido facultou ao president proclamar a independência se o Governo aplicasse o artigo 155. Mas também lhe pediram para “salvaguardar as instituições catalãs”. E, aos olhos dos separatistas, o anúncio de Mariano Rajoy deste sábado equivale ao desmantelamento da Generalitat. Uma antecipação eleitoral seria uma forma de salvar o autogoverno.

Muitos olhos estavam postos ontem no ex-presidente da Generalitat, Artur Mas, que deu o tiro de largada do processo independentista em 2012, mas que nas últimas semanas trabalhou para deter a declaração de independência ao considerar que não há espaço para o reconhecimento internacional nem forças para exercer a soberania. Mas foi à manifestação e criticou a decisão de Rajoy. Taxou-a de “ilegal e imoral” e se limitou a transmitir seu apoio ao Govern. Mas, que na semana passada cogitou a possibilidade de convocar eleições, deixou de lado essa exigência ontem.

O Parlament também é uma das instituições nas quais o Governo central, se der a luz verde ao Senado, quer colocar o foco da intervenção. A presidenta da Câmara catalã, Carme Forcadell, se comprometeu ontem a “defender a soberania” do Parlament e manter “as plenas atribuições e os direitos dos deputados”. [FONTE: EL PAÍS]

O que a Catalunha e a Espanha perdem em caso de separação? A economia tem um papel-chave no processo separatista da Catalunha. Tanto soberanistas quanto os contrários à independência usam cifras como argumentos pró e contra a secessão.

As cifras têm papel importante no processo de independência da Catalunha.

A Catalunha diz que aporta ao tesouro espanhol mais do que recebe – os dois grupos se acusam mutuamente de manipular dados e criar cenários que não existem.

Qualquer que seja o resultado, é inevitável que ambas as partes percam algo, segundo o presidente do IEE (Instituto de Estudos Econômicos), José Luis Feito.

O presidente catalão Carles Puigdemont anunciou nesta terça que tem a “intenção de seguir o desejo do povo catalão pela independência”, mas propôs que o parlamento suspenda os efeitos da separação para que seja possível encontrar uma solução pacífica para o conflito e dialogar com o governo central de Madri.

Na prática, a situação se alterou pouco – ambos os cenários ainda são possíveis. Confira quais seriam as principais perdas para os dois lados em caso de separação.

O QUE A CATALUNHA PERDE.

A Catalunha poderia perder o euro, um PIB forte e muitas empresas.

1. A permanência na União Europeia

A grande maioria dos estudos que analisam qual seria o impacto econômico da independência catalã mostram um cenário em que a Catalunha continua na União Europeia, ou pelo menos no Espaço Econômico Europeu, que dá acesso ao mercado único.

Mas a União Europeia já avisou que isso não acontecerá. Se a Catalunha se converter em um novo Estado, terá que solicitar seu ingresso na instituição e cumprir todas as exigências rigorosas, um processo que leva anos.

O governo catalão acredita que a UE não aplicará, na prática, esse discurso, embora não fazê-lo abrisse um precedente para outras regiões que também poderiam iniciar um processo separatista, como a Baviera alemã e a Lombardia italiana.

A saída do bloco também representaria um baque na área científica, já que empresas e universidades não poderiam participar de programas de pesquisa europeus. A Catalunha tem 1,5 bilhão de euros assegurados por um fundo de pesquisa da UE para o período 2014-2020.

A permanência na UE seria essência para uma Catalunha independente.

2. A zona do euro

A Generalitat (o governo catalão) disse que a Catalunha não deixará de utilizar o euro mesmo se ficar fora da zona da moeda.

Assim como faz o Equador com o dólar americano, o governo catalão manteria o euro como moeda para dar “segurança jurídica às transações empresariais de suas companhias”.

O economista Feito considera isso impossível, já que uma Catalunha independente nasceria com uma fuga de empresas e capitais que não a permitiria dar conta de pagamentos como os salários de seus funcionários nem nos primeiros cem dias.

O governo catalão diz que a Catalunha continuará a usar o euro.

“Ninguém emprestaria euros ao Estado catalão, e ele teria que imprimir sua própria moeda. E ela seria brutalmente inflacionária”, afirma Feito à BBC Mundo, o serviço em espanhol da BBC. “E por não ser membro da zona do euro, sua dívida não poderia ser utilizada para pedir financiamento ao Banco Europeu.”

Segundo o economista, o mercado não dará opção à Generalitat, e este promoverá um “curralito” para conter a saída de euros, o que fará até os catalães pró-independência tentarem sacar seu dinheiro dos bancos.

Outra consequência da adoção do euro seria o encarecimento das exportações, reduzindo a competividade.

3. O Banco Central Europeu

Ao ficar de fora da zona do euro, a Catalunha perderia a rede de segurança que inclui o Banco Central Europeu, que durante a crise salvou várias entidades espanholas.

Logo após o líder catalão Carles Puigdemont anunciar que declararia a independência de forma unilateral, dois dos maiores bancos catalães, o Sabadell e o CaixaBank, decidiram transferir suas sedes para outras regiões da Espanha. A ação segurou um pouco a queda que sofriam na Bolsa.

A Catalunha perderia a segurança garantida pelo Banco Central Europeu.

O Conselho Assessor para a Transição Nacional (CATN) da Catalunha acredita que a UE atuará para evitar um cenário catastrófico como o descrito por Feito, pois esses prejuízos afetariam cidadãos e empresas que são plenamente membros da UE.

4. A economia

Segundo o governo catalão, a região aporta mais ao tesouro espanhol do que recebe em troca. São 16 bilhões de euros, cerca de 8% de seu PIB.

“Mas isso não quer dizer que a Catalunha ganharia de maneira imediata 16 bilhões de euros (em caso de independência)”, diz o professor de tributação da UFP Barcelona School of Management, Albert Sagués.

Há gastos que no momento estão a cargo da Espanha, como os do Exército, da seguridade social e da aposentadoria. Segundo os cálculos de Sagués, descontados esses valores, a Generalit teria um superavit de 8 bilhões de euros.

O governo central admite que a Catalunha tem um saldo fiscal negativo, mas diz que de 5,02% do PIB, e não 8%, de acordo com dados do Ministério da Fazenda.

A Catalunha é responsável por 19% do PIB da Espanha.

Feito diz que uma declaração unilateral de independência geraria um declínio significante da atividade econômica, o que derrubaria a economia e, consequentemente, aumentaria o desemprego.

O ministro da Economia espanhol, Luis de Guindos, diz que o PIB catalão se contrairia entre 25% e 30% em caso da secessão. O banco Credit Suisse, por sua vez, afirma que essa redução seria da ordem de 20%.

Para Sagués, a economia do novo Estado não diminuirá mais do que 4% – e isso no pior dos cenários.

“Na Segunda Guerra Mundial, os países perderam 25% do PIB. Estamos falando de uma situação de guerra em que morreram milhares de pessoas. Se alguém diz que o PIB catalão cairá 30%, quer dizer que o que acontecerá à Catalunha é pior do que uma guerra mundial. Não creio que seja o caso”, afirma.

A Catalunha abriga parte da indústria espanhola e é importante em setores como o automobilístico.

5. Fuga de empresas

Alguns informes, incluindo os da Generalitat, dão por certo que a produção do novo país sofrerá boicote por parte da Espanha. Isso porque há um antecedente.

Em 2004, o líder de um partido separatista fez declarações contra a candidatura de Madri aos Jogos Olímpicos de 2012. Isso acarretou um boicote do resto da Espanha à indústria da cava, um vinho espumante típico da Catalunha.

Na semana passada, uma das principais marcas desse setor, a Freixenet, anunciou que estudava transferir sua sede para fora do território catalão. Ao menos sete empresas fizeram o mesmo, entre elas a de energia Gás Natural Fenosa.

Empresas de cava como a Freixenet avaliam transferir sua sede para fora da Catalunha por medo de boicote.

Segundo Feito, 80% das empresas na Catalunha são multinacionais e só estão na região porque ela faz parte da UE. Se saírem do bloco econômico, terão que pagar taxas.

Uma em cada três empresas de exportação da Espanha têm sede na Catalunha, assegurando 25% das exportações do país, segundo dados do Ministério da Economia.

Ainda de acordo com a pasta, a Espanha compra 40% dos produtos que saem da Catalunha e os outros 40% vão para o resto da UE. Além disso, 14,3 % dos turistas que visitam a Catalunha são da Espanha.

Mesmo assim, o Conselho Assessor para a Transição Nacional da Catalunha acredita que um boicote levaria a uma queda do PIB não maior de 2%.

O QUE PERDE A ESPANHA.

A Espanha perderia sua região mais rica e o PIB per capta cairia.

1. Sua região mais próspera

A Espanha ainda não se recuperou completamente da grave crise econômica que atravessou por quase uma década.

Há cerca de 4 milhões de desempregados e mais da metade deles tem procurado trabalho nos últimos 12 meses, segundo dados do INE (Instituto Nacional de Estatística) – sem os catalães, o número cairia para 3,4 milhões.

Com a secessão, o país perderia sua região mais rica: em 2016, a Catalunha registrou um PIB recorde de 223,6 bilhões de euros, cifra superior à da economia do Equador e o dobro da do Panamá.

A independência custaria à Espanha a perda de 19% de seu PIB e de 18,4% de suas empresas – resultando em um Estado mais pobre. O PIB per capita também cairia para 23,50 euros, segundo cálculos do professor Sagués.

Há quatro milhões de desempregados na Espanha.

De acordo com dados de 2014 do Ministério da Fazenda, a Catalunha aporta 70,3 bilhões de euros (US$ 82 bilhões) nos cofres espanhóis, mais do que o restante das regiões.

Desse total, o governo central fica com US$ 11,5 bilhões, que utiliza para ajudar áreas mais pobres do país, como Extremadura.

O FMI (Fundo Monetário Internacional) se mostrou preocupado com a situação. Segundo a entidade, se as tensões políticas com a Catalunha continuarem, a confiança em investimentos e o consumo podem ser afetados.

2. Inovação e empreendimento

A Catalunha é uma região que tem investido muito em pesquisa e inovação – e já desenvolveu indústrias pioneiras na Espanha.

Das 108.963 publicações científicas produzidas por universidades espanholas entre 2006 e 2015, 25,68% saíram da Catalunha. Madri vem em seguida, com 19,91%, segundo dados da Aliança 4 Universidades.

Barcelona ocupa o 5º lugar no ranking de startups na Europa, uma posição à frente de Madri. No ano passado, as startups catalãs captaram 282 milhões de euros, o que representou 56% de todos os investimentos realizados na Espanha.

Grandes eventos de tecnologia acontecem anualmente em Barcelona, como o Mobile World Congress.

A região também lidera o ranking de pedidos de patentes do país: em 2016, 35,1% das 547 solicitações vieram da Catalunha, contra 20,6% de Madri, segundo o Escritório Europeu de Patentes.

3. Infraestrutura

A independência da Catalunha levaria a Espanha a perder seu principal porto no mar Mediterrâneo, o de Barcelona, que no ano passado movimentou 48 milhões de toneladas.

O porto também é essencial para o turismo: 4 milhões de passageiros passaram por ele em 2016.

Outro porto importante da Catalunha é o de Tarragona, região que também abriga o maior número de indústrias químicas do país.

Muitos aeroportos também operam na Catalunha, como o El Prat, em Barcelona, que contabilizou 44,1 milhões de passageiros no último ano.

A região também abriga duas das seis indústrias nucleares da Espanha, responsáveis por produzir 40% da energia nuclear do país.

A Catalunha produz 40% da energia nuclear da Espanha.

4. Dívida externa e ativos

Uma das questões mais espinhosas de uma possível secessão é a dívida externa que teria o novo Estado catalão.

Os informes do Conselho Assessor para a Transição Nacional dizem que a Catalunha deveria assumir a dívida que está no nome da Generalitat, dos governos provinciais e municipais. O valor seria de US$ 90 bilhões, o equivalente a 35,4% de seu PIB. Desse total, US$ 61 bilhões correspondem a compromissos com o governo da Espanha.

A dívida em nome do Estado espanhol é utilizada para gastos e investimentos em prol de todas as regiões, incluindo a Catalunha, por isso muitos insistem para que ela assuma a parte que lhe cabe.

Em um debate ocorrido há dois anos, o ex-diretor da Bolsa de Barcelona, José Luis Oller, estimou em 180 bilhões de euros o peso da economia catalã na dívida da Espanha, em um debate ocorrido há dois anos. Ele também disse que era necessário somar o valor dos ativos que o Estado tinha na Catalunha, estimado em 50 bilhões de euros.

O porto de Barcelona é o mais importante do Mediterrâneo.

A dívida total de uma Catalunha independente, segundo seus cálculos à época, seria de 290 bilhões de euros, ou 145% de seu PIB.

O CATN nega que a região deva aceitar as dívidas contraídas para investimentos e obras fora de sua área. Ele aconselha a negociação da dívida que não pode ser atribuída a um território concreto no caso de o Estado espanhol transferir ao novo país parte dos ativos comprados com esse dinheiro.

Por exemplo, se a Espanha se endividou para criar uma empresa pública que funcione a nível nacional, a Catalunha assumirá parte da dívida sempre que receber as ações correspondentes dessa companhia.

Como há poucas possibilidades de negociação neste momento, o mais provável em caso da secessão é que a Espanha tenha de pagar sozinha o total da dívida enquanto tenta resolver o conflito com o novo país nos tribunais internacionais, explica o economista Feito.

A Catalunha também avalia que a Espanha deve repartir igualmente os bens públicos fora do país, como as sedes das embaixadas, as plataformas de petróleo, as bases militares, os satélites espaciais e as contas em bancos estrangeiros.

5. Patrimônio cultural e turismo

A Espanha é uma potência turística. No ano passado, recebeu 75,3 milhões de visitantes estrangeiros, um recorde. Quase um quarto dessas pessoas (22,5%) tinham a Catalunha como destino.

A Catalunha tem uma grande riqueza culturais, como as obras de Gaudí em Barcelona, entre as quais está a Sagrada Família.

Seus 580 quilômetros de costa oferecem praias paradisíacas, às quais se chega facilmente de trem ou ônibus. No inverno, as montanhas dos Pirineus estão entre as favoritas dos esquiadores.

A região também tem uma importante oferta cultural graças a obras que são patrimônio da humanidade, como as do arquiteto Antonio Gaudí, em Barcelona (A Sagrada Família, Parc Guell etc.)

Segundo o CATN, o governo catalão poderia exigir a devolução de arquivos, bens culturais e patrimônios nacionais que façam referência à Catalunha ou cujo autor seja catalão.

Com essa medida, obras de Salvador Dalí ou de Joan Miró que estão em exposição em museus de Madri, como o Reina Sofia, por exemplo, teriam que ser entregues ao novo Estado. [FONTE: BBC BRASIL]

RELACIONADOS:

>> Leia também: Tsunami nacionalista populista avança no mundo todo!

>> Leia também: A Nova Ordem Mundial de Apocalipse 13 e 17 em Detalhes!

>> Leia também: Sinais dos Tempos: Um novo modelo de líder nacional e mundial

>> Leia também: Patriarca Kirill de Moscou pede a recuperação de “valores” de Lênin e Stálin

>> Leia também: Há uma tríplice aliança mundial entre Donald Trump, Vladimir Putin e o papa Francisco?

 >> Leia também: Profecia católica de São Malaquias afirma que um jesuíta seria o papa do fim do mundo!

>> Leia também: RELIGIÃO ÚNICA A TODO VAPOR: Papa Francisco vai à Sinagoga e dias depois recebe convite para visitar a maior Mesquita do Ocidente

>> Leia também: NOM: Papa Francisco diz que a Rússia é chave para a paz e pede ao Irã que trabalhe pela paz no Oriente Médio e combata o terrorismo

>> Leia também: O mistério da grande meretriz: papa Francisco admite deixar Igreja Católica com dois eméritos e exorta líderes a combater “praga do terrorismo”

MAIS…

MAIS…

>> Leia também: Islã Significa Submissão ou morte!

>> Leia aqui no site tudo sobre Boko Haram

>> Leia aqui no site tudo sobre Arábia Saudita

>> Leia também: O QUE É A ONU? – CRIAÇÃO LUCIFERIANA!

>> Leia também: O guerreiro filho do deserto: Dossiê Muammar al-Gaddafi

>> Leia também: ONU não reconhece genocídio de cristãos por muçulmanos!

>> Leia também: Como os muçulmanos devem tratar os cristãos segundo o Islamismo

>> Leia também: Por que as feministas ocidentais não se preocupam com as mulheres muçulmanas?

>> Leia também: Cem mil cristãos são mortos por ano devido a perseguição religiosa e extremismo islâmico!

>> Leia também: Estados Unidos aceitaram apenas 28 cristãos refugiados, mas aceitaram 5.435 refugiados muçulmanos, apesar do genocídio incomparável do Islamismo contra os cristãos! Explicado?

>> Leia também: Barack Obama é o primeiro presidente gay dos EUA

>> Leia também: Obama não nasceu nos EUA, sua presidência é ilegal

>> Leia também: Barack Obama usa anel com a declaração de fé: “Não há Deus senão Alá”

>> Leia também: A União Europeia propõe o uso da identidade digital para acessar a internet!

>> Leia também: Internet mundial sob controle da ONU: Um legado de Barack Hussein Obama

>> Leia também: Barack Hussein Obama entrega internet a ONU e “organismos internacionais”

>> Leia também: Bomba! Barack Obama é desmascarado de maneira conclusiva como criação da CIA

>> Leia também: Obama revela que mantém uma estátua de um deus Hindu e Buda no bolso (VÍDEO)

>> Leia também: Principais comandantes do Estado Islâmico (ISIS) fugiram para a América, alarma a Rússia

>> Leia também: Meninas adolescentes que saíram de casa para se tornarem “noivas” do ISIS descobrem que o ISIS é mau!

>> Leia também: RELIGIÃO DE PAZ? Clérigo muçulmano no Brasil ensina como bater em esposas

>> Leia também: Como os muçulmanos devem tratar os cristãos segundo o Islamismo

>> Leia também: Se o paraíso islâmico tem 72 virgens, que interesse despertaria em uma mulher-bomba?

>> Leia também: Por que os terroristas do Estado Islâmico (ISIS) executam gays, mas mantêm homossexuais em suas fileiras?

>> Leia também: Estupro e Escravidão Sexual: Por que, no Islamismo, uma mulher é presa, açoitada ou morta depois de ser estuprada?

>> Leia também: A forma e a fórmula do verdadeiro batismo bíblico: Todos os batismos realizados pelos apóstolos foram em nome do Senhor Jesus Cristo!

>> Leia aqui no site tudo sobre o Estado Islâmico

>> Leia também: A farsa do Estado Islâmico (ISIS)

>> Leia também: ESTOURO: A Farsa do Grupo Terrorista ISIS

>> Leia também: Falsos ataques terroristas (False-Flag Attack)

>> Leia também: EUA e aliados são os principais financiadores mundiais do terrorismo!

>> Leia também: Está provado…EUA, Israel, OTAN e Aliados criaram e financiam o ISIS

>> Leia também: Maior cemitério do mundo recebe vítimas do Estado Islâmico no Iraque!

>> Leia também: NOM: Papa Francisco diz que a Rússia é chave para a paz e pede ao Irã que trabalhe pela paz no Oriente Médio e combata o terrorismo

>> Leia também: ROMA PAPAL: MUITO OURO E PODER

>> Leia também: Banco do Vaticano é o principal acionista da maior indústria de armamentos do mundo, a Pietro Beretta!

>> Leia também: ECUMENISMO: A RELIGIÃO DE SATANÁS

>> Leia também: Patriarca Kirill de Moscou pede a recuperação de “valores” de Lênin e Stálin

>> Leia também: Conceitos de direita e esquerda estão em desarmonia com a cosmovisão bíblica!

>> Leia também: Nazismo e Comunismo (Direita e Esquerda), ambos manipulados pela elite capitalista

>> Leia também: RELIGIÃO ÚNICA A TODO VAPOR: Papa Francisco vai à Sinagoga e dias depois recebe convite para visitar a maior Mesquita do Ocidente

>> Leia também: NOM: Papa Francisco diz que a Rússia é chave para a paz e pede ao Irã que trabalhe pela paz no Oriente Médio e combata o terrorismo

>> Leia também: Barack Hussein Obama 3º Mandato? FEMA, Lei Marcial, Desastres…Está Tudo Preparado?

>> Leia também: Carta escrita pelo ‘Papa’ da maçonaria Albert PIke em 1871 (século XIX) revela a 3ª Guerra Mundial. Chocante!

>> Leia também: Por que a eleição americana entre Clinton e Trump é uma farsa?

>> Leia também: Entenda o que é a política, por que a democracia é um mito e as eleições um ritual!

>> Leia também: Ig Farben, o extermínio de milhões de pessoas e o grupo farmacêutico Bayer-Basf

>> Leia também: ‘El País’: Temer inaugura a república evangélica com católicos, protestantes e pentecostais!

>> Leia também: O último grande engano com a união do Catolicismo, Protestantismo apostatado e Espiritismo em todo o mundo!

>> Leia também: BALAÃO: A IMAGEM FIEL DA REPRESENTATIVIDADE POLÍTICA DO PROTESTANTISMO APOSTATADO EM NOSSA GERAÇÃO!

>> Leia também: Profecias de Daniel 11: Evangélicos e católicos ‘conservadores’ do Brasil estão empurrando a política para o conservadorismo da direita apostatada!

>> Leia também: Michel Temer foi empossado presidente do Brasil em reunião exclusiva com maçons evangélicos e católicos antes de dar o golpe final contra o governo de Dilma Rousseff

MAIS…

>> Leia também: Bomba! Barack Obama é desmascarado de maneira conclusiva como criação da CIA

>> Leia também: Obama não nasceu nos EUA, sua presidência é ilegal

>> Leia também: Obama revela que mantém uma estátua de um deus Hindu e Buda no bolso (VÍDEO)

>> Leia também: Barack Obama usa anel com a declaração de fé: “Não há Deus senão Alá”

>> Leia também: Barack Obama é o primeiro presidente gay dos EUA

>> Leia também: EUA: As eleições preparam a guerra!

>> Leia aqui no site tudo sobre o Estado Islâmico

>> Leia também: ESTOURO: A Farsa do Grupo Terrorista ISIS

>> Leia também: Falsos ataques terroristas (False-Flag Attack)

>> Leia também: Está provado…EUA, Israel, OTAN e Aliados criaram e financiam o ISIS

>> Leia também: Estados Unidos e aliados são os principais financiadores mundiais do terrorismo!

>> Leia também: Patriarca Kirill de Moscou pede a recuperação de “valores” de Lênin e Stálin

>> Leia também: 4 de Julho: Os Estados Unidos são independentes ou existe um poder superior que domina a Casa Branca?

>> Leia também: NOM: Papa Francisco diz que a Rússia é chave para a paz e pede ao Irã que trabalhe pela paz no Oriente Médio e combata o terrorismo

>> Leia também: Setembro de 2015 e Agenda ONU 2030 – A Escravidão Global

>> Leia também: Setembro de 2015 e Agenda ONU 2030 – A Escravidão Global – Parte 2

>> Leia também: Oculto Revelado: Reunião do Clube Bilderberg 2016!

>> Leia também: Bilderberg: Misteriosa conferência reúne elite mundial na Alemanha!

>> Leia também: A Nova Ordem Mundial: O Jogo Illuminati

>> Leia também: Mídia: Berlim e Paris planejam ‘Superestado europeu’ em vez da UE

>> Leia também: Nova Thatcher? Quem é Theresa May, a nova primeira-ministra do Reino Unido

>> Leia também: Brexit: O Filme – A liberdade não está livre!

>> Leia também: Cenário Internacional: Reino Desunido = Desunião Europeia; Tese, Antítese = Síntese

>> Leia também: Uma nova Europa? O Reino Unido ainda pode voltar atrás no Brexit? Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

>> Leia também: Guerra de titãs: Globalistas vs Nacionalistas!

>> Leia também: Os 4 Cavaleiros do Apocalipse e a Cronologia do Fim!

>> Leia também: Conceitos de direita e esquerda estão em desarmonia com a cosmovisão bíblica!

>> Leia também: Nazismo e Comunismo (Direita e Esquerda), ambos manipulados pela elite capitalista

>> Leia também: Carta escrita pelo ‘Papa’ da maçonaria Albert PIke em 1871 (século XIX) revela a 3ª Guerra Mundial. Chocante!

RELACIONADOS:

>> Leia também: REVELAÇÃO BÍBLICA: Símbolos Proféticos – Significado Literal

Acesse: A Profecia das Nações

Acesse: O SINAL DO ANTICRISTO

Acesse: A MARCA DO ANTICRISTO

Acesse: A Verdadeira Marca da Besta

>> Leia também: Microchip, Tecnologia e 666 – Tirando o nosso foco na verdade bíblica da verdadeira Marca da Besta!

Acesse: O Anticristo vem do Islamismo?

Acesse: A Grande Batalha do Armagedom

>> Leia também: ECUMENISMO: A RELIGIÃO DE SATANÁS

>> Leia também: O QUE É A ONU? – CRIAÇÃO LUCIFERIANA!

>> Leia também: Islamismo ou Vaticano: Quem cumpre a profecia?

>> Leia também: O falso papa e o cumprimento da profecia do Terceiro Templo – A Religião Mundial

Acesse: Vi emergir do Mar uma Besta …E deu-lhe o Dragão o seu poder, o seu trono e grande autoridade

Acesse: A segunda Besta …e faz que a Terra e os que nela habitam adorem a primeira Besta, cuja chaga mortal fora curada

>> Leia também: A Nova Ordem Mundial de Apocalipse 13 e 17 em Detalhes!

>> Leia também: 4 de Julho: Os Estados Unidos são independentes ou existe um poder superior que domina a Casa Branca?

>> Leia também: Banco do Vaticano é o principal acionista da maior indústria de armamentos do mundo, a Pietro Beretta!

>> Leia também: Uma farsa muito grande está sendo montada: A Chegada! Estão nos preparando definitivamente para um contato alienígena?

>> Leia também: Antes, durante e depois da Reforma Protestante: pessoas fiéis ao Senhor Jesus Cristo que afirmaram com todas as letras que Roma Papal é o sistema do Anticristo!

_______
Siga APCNEWS no Facebook e Twitter

Deixe seu comentário!
Mais em Mundo
Homem esfaqueia várias pessoas em Munique, Alemanha!

O suspeito, tem cerca de 40 anos, fugiu do local e uma operação está sendo feita para localizá-lo. As autoridades...

Fechar