Planeta Terra exposto à colisão com um grande asteroide no futuro!

A possibilidade de um asteroide ou meteoro colidir com a Terra não é novidade, mas quando o conselheiro científico da Casa Branca vem afirmá-lo pessoalmente, olhamos para a informação de uma maneira mais preocupada.

assssssem-titulo

São milhares os objetos que diariamente cruzam a órbita terrestre, no espaço – uns com míseros centímetros, mas outros com tamanho, muitas vezes, superior a um estádio de futebol.

Trata-se de um risco permanente que todos os seres vivos do nosso planeta correm. Não vale a pena pensar nele, mas há quem pense.

De nome ARM (Asteroid Redirect Mission), este projeto da Agência Espacial Norte Americana (NASA), visa estudar com maior profundidade como é que nós, humanos, podemos defender-nos de um “pedregulho” espacial.

Imagem do que se pretende com a missão ARM da NASA/Foto: NASA

Imagem do que se pretende com a missão ARM da NASA/Foto: NASA

Mas, se este recente evento não teve consequências de maior, Holdren recordou que houve outro evento, em 1908, em Tunguska, Rússia, que obriga a levar o tema dos asteroides como uma ameaça séria.

“Nós sabemos que isso acontece”, disse Holdren. Se o evento de Chelyabinsk foi considerado já de risco elevado, o de Tunguska foi mesmo devastador.

Uma rocha espacial, talvez com 40 metros, colidiu e explodiu sobre uma região despovoada na Sibéria, causando a destruição e devastação de cerca de 2.070 quilômetros quadrados de floresta.

Apesar de perigosos, diz John Holdren, e sem querer dramatizar mais, refere que se calcula que “ataques” como o de Chelyabinsk aconteçam na Terra uma vez a cada cem anos, enquanto os equivalentes ao de Tunguska têm probabilidades muito maiores (uma em cada 1.000 anos).

Como afastar um asteroide de uma colisão iminente?

“Se quisermos ser uma civilização tão capaz como a nossa tecnologia permite, precisamos de estar preparados, mesmo para aqueles eventos raros, porque eles podem fazer muitos estragos na Terra”, refere Holdren.

Este é um risco como os que, há 65 milhões de anos, fizeram os dinossauros desaparecer”. E acrescentou: “Temos de ser mais espertos que os dinossauros“.

>> Leia aqui no site tudo sobre Aquecimento global

>> Leia também: FATOS CIENTÍFICOS – ACABOU A FARSA DO EVOLUCIONISMO

>> Leia também: Aquecimento Global: O maior escândalo científico dos Estados Unidos e do Mundo

É através do programa ARM que a NASA pretende conseguir mais dados para colocar em marcha um programa de defesa espacial.

Ter uma especie de robot espacial que agarra meteoros e os recoloca noutra órbita parece uma utopia, mas a NASA já estuda essa possibilidade.

Por volta do ano 2021, a NASA pretende lançar uma sonda robótica em direção a um asteroide perto da Terra.

O alvo é uma pedra espacial, de 400 metros, chamado 2008 EV5.

A missão consiste em ir lá, arrancar um pedaço de rocha da superfície e voar junto com a rocha, no espaço por um tempo.

Desta forma a NASA quer estudar o potencial de uma estratégia de deflexão, conhecida como o “captor gravitacional”.

Captor Gravitacional – O método padrão usado por este sistema é o mesmo utilizado pela lei gravitacional. Ou seja o objeto é agarrado pela massa gravítica de um objeto maior e aprisiona-o. No caso de um objeto artificial com massa gravítica superior ao asteroide, este pode desloca-lo para uma rota diferente da original. Nesta missão e após a viagem conjunta (sonda-rocha), a NASA quer trazer esse pedaço espacial até à órbita lunar, onde astronautas numa missão futura Terra-Lua (Orion), recolherão a pedra espacial.

A missão já orçamentada em 1.400 milhões de euros, deve ajudar os pesquisadores a aprenderem mais sobre asteroides e os recursos que eles possuem, disse Holdren.

Mas esta é apenas uma das hipóteses.

Outros meios estão a ser estudados, como por exemplo o uso de “pêndulos cinéticos” artificiais, ou seja, ter vários objetos com uma massa suficientemente grande a embaterem no asteroide com vista á alteração da rota do mesmo.

Por último, o recurso de emergência e que poucos gostariam de usar, é o uso de armas nucleares.

astttttttsem-titulo

Esta espécie de “salve-se quem puder” não é bem vista na comunidade científica, visto não ter garantias de que o objeto em si possa realmente ser destruído ou desviado, existindo quem teorize que poderia ainda causar maiores problemas com a fragmentação do asteroide, e posteriores colisões múltiplas no nosso planeta.

 

 

Asteroide faz rasante à Terra.

Todos os dias centenas de objetos cruzam bem de perto a nossa cabeça, alguns entram mesmo cá, mas devido às reduzidas dimensões passam despercebidos.

São precisamente os maiores que nos preocupam e alguns são pequenos demais para serem detetados a tempo, mas grandes demais caso entrem na atmosfera terrestre (recordar Chelyabinsk 2013) .

E no passado dia 7 de setembro um desses “pedregulhos”, batizado como Asteróide 2016 rb1, passou bem perto de nós: uns “míseros” 34 mil quilômetros, ou seja, aproximadamente o mesmo que a altitude de satélites geoestacionários.

Imagem recolhida por um observatório terrestre da passagem do 2016 rb1.

Apesar de não ter constituído nenhum perigo imediato, esta rocha apenas foi descoberta 24 horas antes de maior aproximação ao nosso planeta, destacando a necessidade de nós, seres humanos, mantermos um olho bem aberto no nosso sistema solar.

O facto foi dado a conhecer nas redes sociais depois do modesto objeto ter passado por cá.

 

Asteroide El Chaco recuperado na Argentina.

Mas será assim tão difícil cair por cá um meteoro de grandes dimensões? Não é, e há poucos dias foi recuperado um, bem grande na Argentina.

O meteorito (nome dado após ter entrado na atmosfera terrestre) foi encontrado enterrado no solo a uns 30 metros de profundidade.O maior meteorito conhecido e recolhido na Terra, o Hoba West foi encontrado na Namíbia, e pesa 60 toneladas.

O “pedregulho” espacial terá caído na Terra há cerca de 4000 anos e pesa cerca de 38 toneladas.

As autoridades já recolheram na região “Campo del Cielo”, a 600 milhas de Buenos Aires, cerca de 100 toneladas de material derivado deste rochedo rico em ferro, batizado de El Chaco. [FONTE: http://www.rtp.pt]

~~~~~~~~
Tem algo estranho vindo dos céus, se não for agora em setembro de 2016, não faz a menor diferença, pois o que foi determinado cumprir-se-á, se agora, não o sabemos, porém, uma coisa é certa, está mais próximo do que nunca, e de fato, já estamos sentindo o princípio das dores!

O JULGAMENTO DAS TROMBETAS.

PRIMEIRA TROMBETA: SARAIVA, FOGO E SANGUE!

  • Apocalipse 8:7
    “E o primeiro anjo tocou a sua trombeta, e houve saraiva e fogo misturado com sangue, e foram lançados na terra, que foi queimada na sua terça parte; queimou-se a terça parte das árvores, e toda a erva verde foi queimada.”

Trata-se de uma chuva de saraiva (meteoros), misturado com fogo e sangue que desce do céu. Esta chuva queimará um terço de toda terra fértil, das árvores e de todas as plantas.

SEGUNDA TROMBETA: UMA MONTANHA DE FOGO!

  • Apocalipse 8:8-9
    “E o segundo anjo tocou a [sua] trombeta; e foi lançada no mar uma coisa como um grande monte ardendo em fogo, e tornou-se em sangue a terça parte do mar. E morreu a terça parte das criaturas que tinham vida no mar; e perdeu-se a terça parte das naus.”

João usou o termo “montanha de fogo” para descrever um asteroide que cairá no mar, matando um terço da vida marinha, transformará um terço da água do mar em sangue e destruirá um terço de todas as embarcações. 

TERCEIRA TROMBETA: ESTRELA CHAMADA ABSINTO!

  • Apocalipse 8:10-11
    “E o terceiro anjo tocou a sua trombeta, e caiu do céu uma grande estrela ardendo como uma tocha, e caiu sobre a terça parte dos rios, e sobre as fontes das águas. E o nome da estrela era Absinto, e a terça parte das águas tornou-se em absinto, e muitos homens morreram das águas, porque se tornaram amargas.”

Mais um asteroide que cai na Terra, e ao cair, afeta um terço de todas as fontes de água, tornando-as amargas e venenosas. O nome Absinto foi dado por João porque o fruto absinto é amargo, e neste caso, o asteroide torna amargas as águas. Muitas pessoas morrerão porque beberão desta água.
~~~~~~~~

MAIS…

MAIS…

>> Leia também: Planeta Terra exposto à colisão com um grande asteroide no futuro!

Acesse: Terremoto vai devastar costa noroeste de continente em breve, diz sismologista

>> Leia também: Estrela invasora do Sistema Solar: NASA mentiu sobre a verdadeira trajetória de Nibiru?

>> Leia também: Roma Papal mudou os tempos e a Lei de Deus; Mudança para o Calendário Gregoriano faz aniversário hoje!

>> Leia também: Falha de San Andreas sob extrema pressão: O perigo real de uma das falhas geológicas mais temidas do mundo

>> Leia também: Papiro egípcio fora da Bíblia narra as 10 pragas do Egito – Papiro egípcio antigo contém registro mais antigo da “Estrela do Demônio”

MAIS…

>> Leia aqui no site tudo sobre Terremoto

>> Leia aqui no site tudo sobre Geoengenharia

>> Leia aqui no site tudo sobre Aquecimento global

>> Leia aqui no site tudo sobre Erupções Vulcânicas no Mundo

>> Leia também: O fracasso da humanidade: Os 10 países mais pobres do mundo!

>> Leia também: China confirma que sua estação espacial cairá na Terra em 2017!

>> Leia também: Planeta Terra exposto à colisão com um grande asteroide no futuro!

>> Leia aqui no site tudo sobre Mega Terremotos

>> Leia aqui no site tudo sobre a falha de San Andreas

>> Leia também: O perigo iminente de um Mega Terremoto nos EUA, no Noroeste Pacífico e Cascadia

>> Leia também: Falha de San Andreas sob extrema pressão: O perigo real de uma das falhas geológicas mais temidas do mundo

>> Leia também: CONHEÇA A FEMA: A AGÊNCIA FEDERAL DE GESTÕES DE EMERGÊNCIAS DO GOVERNO DOS ESTADOS UNIDOS

>> Leia também: Preparação para o “inferno” americano? Fábricas e supermercados estão virando campos de concentração da FEMA!

>> Leia também: Governo de Mauricio Macri inaugurará primeiro campo de concentração na Argentina!

>> Leia também: “Campos da FEMA estão vindo”; Adverte a Suprema Corte de Justiça!

>> Leia também: 2016: Fotos feitas via satélite revelam caixões da FEMA sendo produzidos em grande produção!

>> Leia aqui no site tudo sobre Aquecimento global

>> Leia também: FATOS CIENTÍFICOS – ACABOU A FARSA DO EVOLUCIONISMO

>> Leia também: Aquecimento Global: O maior escândalo científico dos Estados Unidos e do Mundo

>> Leia também: A Terra é mesmo plana? Conclusões!

>> Leia também: TERRA PLANA: UMA TEORIA RIDÍCULA, ESDRÚXULA E ESTÚPIDA

>> Leia também: MORTE TRÁGICA: Membro de grupo sobre a Terra Plana se joga de prédio para provar que a gravidade não existe

>> Leia também: TERRA PLANA: A MÃE DE TODAS AS “TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO” OU EVIDÊNCIA CIENTÍFICA? TIRE AS SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES!

RELACIONADOS:

Acesse: Cientista: “Mega terremoto” dividirá a América e matará milhões

>> Leia também: Planeta Terra exposto à colisão com um grande asteroide no futuro!

Acesse: Terremoto vai devastar costa noroeste de continente em breve, diz sismologista

>> Leia também: Estrela invasora do Sistema Solar: NASA mentiu sobre a verdadeira trajetória de Nibiru?

>> Leia também: Falha de San Andreas sob extrema pressão: O perigo real de uma das falhas geológicas mais temidas do mundo

_______
Siga APCNEWS no Facebook e Twitter
Deixe seu comentário!
Mais em Ciência
Chuva negra misteriosa, “cinzas” intriga moradores da cidade de Júlio de Castilhos, RS

Misteriosa chuva negra atingiu a cidade de Júlio de Castilhos, na região central do Rio Grande do Sul, na tarde...

Fechar