A segunda Besta …e faz que a Terra e os que nela habitam adorem a primeira Besta, cuja chaga mortal fora curada

 

“Uma nação fala e se expressa ao mundo todo emitindo leis.” Por; Luiz Carlos Fernandes

 

thgf

wtc

 

UMA BESTA QUE EMERGE DA TERRA.

A segunda Besta do Apocalipse

*É recomendável ler este Estudo após a leitura do Estudo A Profecia das Nações . 

Em 1851 um estudioso da Bíblia chamado John N. Andrews (1829-1883) publicou um artigo sobre a sua descoberta de que os EUA são representados na profecia cristã como a segunda Besta de Apocalipse 13:11-17. Então ele chegou a conclusão de que os Estados Unidos se tornariam a nação mais poderosa do mundo. Isso porque o Livro do Apocalipse declara que a segunda Besta controla a economia global a ponto de fazer os cristãos não poderem comprar e nem vender.

Em 1851 os Estados Unidos não estavam nem entre as 10 maiores potências do mundo.

Lembrando que apenas em 1945 os EUA se tornaram uma superpotência e só em 1991 se tornaram a única superpotência mundial.

Durante todo o século 19 e 20 a interpretação de Andrews foi considerada fantasiosa e até mesmo ridícula. A China ou a União Soviética deveriam ser a segunda Besta, nunca os EUA, diziam os críticos.

Hoje os EUA controlam 1/3 da economia global e após o 11/09 passaram a se tornar um Império. Preparemo-nos, porque a DITADURA VIRÁ em breve!!

Em 1888 as ideias de Andrews foram condensadas por Ellen White (1827-1915) no Livro O GRANDE CONFLITO, sendo parte dos estudos dos eventos finais dos adventistas do 7° dia. Basicamente o livro chega a conclusão que quando os Estados Unidos permitirem que a Religião se una ao Estado e entre em aliança com o Vaticano, a perseguição retornará contra todos os que guardam os Mandamentos do Eterno Deus e tem a fé de Jesus.

21

O Grande Conflito (Edição Condensada da atualidade – publicado pela primeira vez em 1888)

 

120 anos depois, os Estados Unidos estão se tornando aquilo que está escrito no Apocalipse: Um Dragão feroz (Apocalipse 13:11). Não é mais necessário ser cristão e nem acreditar na Bíblia para chegar a esta conclusão. Está se tornando evidente para todos que os EUA são a peça chave dos Eventos Finais, inclusive para aqueles que sempre riram de John N. Andrews (1829-1883) e creem em mentiras como o arrebatamento secreto e a santidade dominical.

As evidências já aparecem na mídia:

Os EUA possuem 17 prisões secretas pelo mundo na Guerra ao terror. A denúncia provém da ONG Reprieve.

Clique na imagem para uma maior e melhor nitidez.

rendition_map

Livro Dark Ages America Confirma O Grande Conflito

A obra DARK AGES AMERICA constitui um olhar penetrante e crítico da situação atual dos Estados Unidos que, no entender de autor, encontra-se na etapa terminal do seu caminho imperialista. O autor equipara as características pós Império Romano com aquelas que definem o estado da União Americana: “o triunfo da Religião sobre a razão; a atrofia da educação e do pensamento crítico”; Será que o autor leu o livro O Grande Conflito de 1888? A Chance de ele ter lido é quase nula. No entanto ele chega as mesmas conclusões que John N. Andrews e Ellen White chegaram no século 19.

dark-ages-america

 

Livro O Fim da América Confirma O Grande Conflito

Naomi Wolf, principal nome do feminismo contemporâneo, lançou em setembro de 2007 o livro ‘O fim da América – Uma carta alerta a um jovem patriota’. Ela afirma baseado nos acontecimentos dos últimos anos, que os EUA de Bush estão seguindo dez passos semelhantes aos que seguiram todos os outros regimes que deixaram a democracia e se tornaram ditaduras, de direita ou de esquerda, de Hitler a Pinochet.

Quando lhe perguntaram que consequências sentiriam o resto do mundo caso os EUA se tornassem uma ditadura, ela respondeu:

Os Estados Unidos são a nação mais poderosa do planeta, e deveriam ser um modelo a ser seguido. Mas a partir do momento em que estamos torturando pessoas, não temos moral para lutar para que o mundo seja um lugar livre de tortura. Os Estados Unidos não estão se comportando como um modelo para o planeta. Acho que se o mundo perder isso definitivamente, chegaremos a uma situação de barbárie globalizada.

end_of_america_lr

As palavras de 2007 de Naomi, lembram as da Irmã em Cristo e escritora Ellen White publicadas em 1888 na primeira edição do Livro O Grande Conflito (The Great Controversy between Christ and Satan). Inspirada na interpretação das profecias bíblicas para o Tempo do Fim pelo Senhor Deus, a Irmã Ellen White disse que os EUA se tornariam a nação mais forte do planeta e depois se tornariam uma ditadura fundamentalista cristã. O mundo, posteriormente, seria levado a barbárie completa. Mais de um século depois, não é necessário conhecer as profecias bíblicas para ler os sinais dos tempos. Eles se encontram nos jornais.

 

Previsto o surgimento dos Estados Unidos da América

11259910_910928755639912_1842872115547086738_n

Apocalipse 13 não fala apenas da Besta de número 666; fala também de um outro poder caracterizado como subindo da Terra. Esse poder se levanta para auxiliar o primeiro e sua atuação também é motivada pelo Dragão. Vamos analisar o que a profecia revela sobre o que nos aguarda.

“Então a serpente arrojou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, a fim de fazer com que ela fosse arrebatada pelo rio. A Terra, porém, socorreu a mulher; e a Terra abriu a boca e engoliu o rio que o Dragão tinha arrojado de sua boca.” Apocalipse 12:15 e 16. “Vi ainda outra Besta emergir da Terra; possuía dois chifres, parecendo Cordeiro, mas falava como Dragão.” Apocalipse 13:11. A Terra, que anteriormente havia prestado socorro à mulher, agora é a geradora de um novo poder perseguidor. O mar é empregado em Daniel 7:2 e Apocalipse 13:1 como um símbolo do velho mundo. Apocalipse 17:15 diz: “Falou-me ainda: As águas que viste, onde a meretriz está assentada, são povos, multidões, nações e línguas.” Diz-se que o mar representa o velho mundo euro-asiático, pois dele é visto emergir quatro grandes animais, figuras de quatro grandes impérios que dominaram vasta região daquele imenso continente (Daniel 7:3). A Terra, estando em antítese à água, deve representar o novo mundo, que em comparação com a Europa e a Ásia, era incipientemente povoado. Outrossim, a Terra aparece socorrendo a mulher (a Igreja), símbolo provável do Novo Mundo como terra de refúgio para os perseguidos pela intolerância religiosa.

A menção ao aparecimento dessa Fera é feita após a referência ao cativeiro papal em 1.798 A.D., o que nos faz supor que a nação ali representada surgiria perto daquele ano. Os elementos do cordeiro e do Dragão, parecem indicar uma ambiguidade nesse novo poder. É profundamente ligado às coisas religiosas e defensor da liberdade, mas ao mesmo tempo fala como o Dragão, figura da intolerância e da opressão. É como se aparentasse verdadeiro Cristianismo, pois o Cordeiro é uma alusão ao Senhor Jesus, mas fosse em verdade um lacaio do dragão, Satanás. Todas as características apontam insofismavelmente para uma única nação da Terra: os Estados Unidos da América. Surgiram num continente de povoação incipiente, através da vinda de fugitivos da opressão do Velho Mundo e ganharam sua independência em 1.776 A.D., perto do tempo em que a França tirou seu apoio ao Catolicismo e o papa foi levado em cativeiro. Os dois chifres que foram vistos sobre a cabeça dessa Fera não são noutro lugar identificados com reis, como é feito em relação aos chifres do Dragão e da Besta. Visto serem os chifres símbolo de poder na Bíblia (Apocalipse 5:6), eles têm sido identificados como os dois princípios que são os baluartes dos Estados Unidos: liberdade civil e liberdade religiosa.

 .
 
Publicado em 26 de ago de 2014
A Besta que emergiu da Terra em 11, de fevereiro de 1798 quando o Papado, (a primeira Besta) foi ferida de morte perdendo seu poder em meio a Revolução Francesa.  Não se engane! Quem fundou os EUA não foram cristãos… Os EUA foram fundados por maçons deístas, ou seja, é uma Religião universal, são a favor da liberdade de culto no qual todas as Religiões levam a deus.
.

Assista! A Maçonaria e os EUA – Reportagem do Fantástico [Rede Globo]

 

A União dos EUA com a Primeira Besta

“Exerce toda a autoridade da primeira Besta na sua presença. Faz com que a Terra e os seus habitantes adorem a primeira Besta, cuja ferida mortal fora curada.” Apocalipse 13:12. A profecia prevê que os Estados Unidos, por meio de alguma medida, farão com que as pessoas prestem homenagem ao poder representado pela primeira Besta. Isso se dará quando a ferida mortal for plenamente curada (Apocalipse 13:3 e 4).

“Também opera grandes sinais, de maneira que até fogo do céu faz descer à Terra, diante dos homens.” Apocalipse 13:13. As armas que os EUA possuem, seu poder bélico não só fazem descer fogo do céu, mas poderiam até destruir o planeta inteiro. Você também já notou que o surgimento dos modernos movimentos de cura estão intimamente ligados aos Estados Unidos da América? A referência é a todos os movimentos que mexem com o sobrenatural, como o Espiritismo, o Pentecostalismo e a Renovação Carismática. Estaria a atividade desses professos despertamentos religiosos vinculados à crise vindoura? Continuemos em nossa análise da profecia e tire por si mesmo suas conclusões. Ver Apocalipse 16:13 e 14.

“Seduz os que habitam sobre a Terra por causa dos sinais que lhe foi dado executar diante da Besta, dizendo aos que habitam sobre a Terra que façam uma imagem à Besta, àquela que, ferida à espada, sobreviveu, e lhe foi dado comunicar fôlego à imagem da Besta, para que não só a imagem falasse, como ainda fizesse morrer quantos não adorassem a imagem da Besta.” Apocalipse 13:14 e 15. Um outro símbolo é introduzido aqui: a imagem da Besta. Que seria ela? Imagem é uma cópia. Portanto, o oráculo está dizendo que será estruturada uma cópia daquela Besta que surgiu do mar. Assim, se quisermos entender a simbologia da imagem da Besta, seria extremamente importante avaliarmos como se deu o aparecimento da primeira Besta.

FATORES DO APARECIMENTO DA 1ª BESTA

1) O surgimento do poder representado pela Besta que emergiu do mar ocorreu devido ao declínio Religioso que se verificou no seio do Cristianismo. Para conquistar maior número de adeptos e maior popularidade, os líderes religiosos permitiram que a Igreja se conformasse com o mundo, pela introdução de costumes e elementos pagãos. Assim, a Igreja perdeu sua elevada condição moral e sua influência sobre a consciência dos indivíduos declinou.
2) Para suprir a falta dessa anterior influência, a Igreja buscou o auxílio do braço civil: primeiramente do Império Romano, depois dos reinos bárbaros, principalmente da França. Com a união de Estado e Religião, surgiu o poderio Bestial. Em relação ao texto em consideração, pode-se dizer que a profecia esteja alertando sobre uma possível repetição da História.

Mas o que é a “imagem à Besta?” E como será ela formada? A imagem é feita pela Besta de dois chifres (Estados unidos), e é uma imagem à primeira Besta (Papado). É também chamada imagem da Besta. Portanto, para sabermos o que é a imagem, e como será formada, devemos estudar os característicos da própria Besta – o Papado.

imagem da besta

Quando se corrompeu a Primitiva Igreja, afastando-se da simplicidade do Evangelho e aceitando ritos e costumes pagãos, perdeu o Espírito e o poder do Eterno Deus; e, para que pudesse governar a consciência do povo, procurou o apoio do poder secular. Disso resultou o Papado, uma igreja que dirigia o poder do Estado e o empregava para favorecer aos seus próprios fins, especialmente na punição da “heresia”. A fim de formarem os Estados Unidos uma imagem da Besta, o poder Religioso deve a tal ponto dirigir o Governo civil que a autoridade do Estado também seja empregada pela igreja para realizar os seus próprios fins. O grande conflito página 443. (1888).

imagem da besta

A imagem é feita pela Besta de dois chifres (Estados unidos), e é uma imagem à primeira Besta (Papado).

.

 

Conclusão

A primeira Besta (Roma Papal) pode ser feia, mas é poderosa e tem o apoio da segunda Besta (EUA), que induz a todos os habitantes da Terra a adorá-la. Os fiéis, porém, perseveram na sua confiança no Eterno Deus, e serão vencedores eternos com Cristo!

Com a decadência moral nos Estados Unidos, é bem possível que se tente excitar um despertamento Religioso pela força de lei. A grande diferença é que no passado foi o Catolicismo quem empregou esse método; agora será o Protestantismo.

 

*Esse Estudo contém informações (acrescidos de entendimento bíblico pessoal em alguns trechos) do ótimo site: https://adventismoemfoco.wordpress.com

 

RELACIONADOS:

Acesse: A Profecia das Nações

Acesse: Vi emergir do Mar uma Besta …E deu-lhe o Dragão o seu poder, o seu trono e grande autoridade

Acesse: A segunda Besta …e faz que a Terra e os que nela habitam adorem a primeira Besta, cuja chaga mortal fora curada

Acesse: A Grande Batalha do Armagedom

Acesse: O Anticristo vem do Islamismo?

Deixe seu comentário!