Antes, durante e depois da Reforma Protestante: pessoas fiéis ao Senhor Jesus Cristo que afirmaram com todas as letras que Roma Papal é o sistema do Anticristo!

Roma e Constantinopla: Durante séculos Roma tinha sido a capital do maior império que o mundo já conheceu. Mas, em 330, Constantino resolveu mudar a capital para Bizâncio, onde hoje é a Turquia. Essa cidade recebeu em sua honra o nome de Constantinopla, hoje Istambul. No ano 395 o Império Romano foi dividido em duas partes, o Império do Oriente e o Império do Ocidente. O imperador do Oriente vivia em Constantinopla, e o imperador do Ocidente preferiu viver em Ravena, não em Roma. Deixando Roma de ser capital, ficou sem nenhum alto funcionário e o povo começou a considerar o bispo de Roma como sendo o supremo chefe e protetor.

O Império do Ocidente chegou ao seu fim em 476, e Roma voltou a ser governada de Constantinopla. Isso era impraticável, e desta forma se fortalecia o poder papal, pois Roma continuava sendo a principal cidade do império. Em 752 os lombardos ameaçaram Roma e Ravena. O imperador era impotente para defender essas cidades, pelo que o papa armou um exército e conseguiu êxito na defesa. Dois anos depois, os mesmos lombardos, dirigidos pelo seu rei Astolfo, apoderaram-se de grande parte da Itália Central. O papa Estevão II cruzou os Alpes e foi à França pedir o auxílio de Pepino, o Breve, rei dos francos. No verão de 754, Pepino marchou para a Itália e o rei Astolfo devolveu as províncias conquistadas.

Em 754 houve a conhecida “Doação” dos Estados Papais, feita por Pepino, o Breve, rei dos francos. Naquela ocasião, com a ajuda de um documento fraudulento fabricado pelos papas, conhecido como “A Doação de Constantino”, o papa Estevão III convenceu Pepino, rei dos francos e pai de Carlos Magno, de que os territórios recentemente tomados pelos lombardos dos bizantinos tinham sido doados para o papado pelo Imperador Constantino. Desta forma, Pepino derrotou os lombardos e entregou ao papa cerca de 20 cidades (Ravena, Ancona, Bologna, Ferrara, Iesi, Gubbio etc…), e um grande pedaço de terra ao longo da costa Adriática. A “Doação de Constantino” é datada de 30 de Março de 315, e inclui a doação de Roma e o Palácio de Latrão, tudo doado aos papas perpetuamente.

Em 1440, este documento foi provado ser uma falsificação feita por Lorenzo Valla, um assessor papal, e este é um fato reconhecido hoje pelos historiadores. A fraude é ainda perpetuada por uma inscrição que nunca foi corrigida no batistério de São João de Latrão em Roma.

“Os Estados Papais foram literalmente roubados pelos papas dos seus donos originais. O papado controlou e cobrou impostos destes territórios até 1848, e conseguiu grandes riquezas.” A doação dos Estados Papais em 754 foi o começo do poder temporal dos papas que durou até 1870. No dia 20 de setembro de 1870, cerca de dois meses depois de o Vaticano I ter confirmado o dogma da infalibilidade papal, o papa foi, finalmente, deposto da posição de soberano da província de Roma.

A Transição do Dragão para o Papado: A história mostra claramente a transição do Dragão para o papado. A cidade do Vaticano, seu trono e seu poderio, tiveram suas origens com o Dragão, que é Satanás (Apoc. 12:9). Diversos escritores revelam o modo como se deu a transição de Roma pagã para Roma papal. Eusébio, em sua obra Vida de Constantino declara:

“A fim de tornar o Cristianismo mais atrativo aos gentios, os sacerdotes adotaram as vestimentas exteriores e os ornamentos usados pelos pagãos em seu culto.”

O papa Gregório, instruindo Agostinho, disse: “Destruí os ídolos, nunca os templos. Aspergi-os com água benta, ponde neles relíquias, e deixai que as nações adorem nos lugares em que estão acostumadas a fazê-lo.”

O cardeal Baronio, segundo se afirma, fez esta declaração: “À santa igreja foi permitido apropriar-se dos ritos e cerimônias dos pagãos em seu culto idólatra, desde que ela (a igreja) os expiasse mediante consagração.”

Peter de Rosa escrevendo sobre a maneira em que foi realizada a transição de Roma pagã para Roma papal, cita a forjada “Doação de Constantino” como sendo a base das pretensões papais:

“A partir da doação, é evidente que o Bispo de Roma seria como Constantino, viveria como ele, vestir-se-ia como ele, habitaria seus palácios, governaria sobre suas terras, teria exatamente a mesma perspectiva imperial. O papa, também queria ter o domínio sobre a igreja e o estado. Somente setecentos anos depois da morte de Pedro, os papas tinham se tornado obcecados com as possessões e o poder. Os [pretensos]sucessores de Pedro [tornaram-se] não os servos mas os senhores do mundo. Eles . . . se vestem em púrpura como Nero e chamam a si mesmos de Pontífice Máximo.”

Devemos lembrar que na igreja dos primeiros séculos, a infalibilidade não era atribuída ao bispo de Roma, mas ao seu superior, o imperador de Roma. O papa Leão I (440-461), por exemplo, atribuiu ao imperador a própria infalibilidade, a qual, o papa Pio IX reivindicaria para si em 1870, persuadindo os membros do Vaticano I com o argumento de que, essa infalibilidade, sempre pertencera, exclusivamente, aos papas. Veja o texto do papa Leão I:

“Pela inspiração do Espírito Santo o imperador não necessita de nenhuma instrução humana e é incapaz de cometer erros doutrinários.” Hoje os papas que ostentam os títulos de Constantino e suas insígnias são sucessores do imperador de Roma e não do apóstolo Pedro.

Peter de Rosa comenta que: “Mesmo o bispo de Roma, que não foi chamado de ‘papa’ por muitos séculos, era, em comparação [a Constantino], uma entidade não existente. Em termos civis ele era o vassalo do imperador; em termos espirituais, ele era, comparado com Constantino, um bispo de segunda classe. Não o papa mas ele [Constantino],… era a cabeça da igreja, sua fonte de unidade, diante de quem o bispo de Roma tinha que se prostrar e prometer lealdade. Todos os bispos concordam que ele [o imperador] era ‘o oráculo inspirado, o sábio apóstolo da igreja. Era, portanto, Constantino, não o bispo de Roma, que ditava o tempo e o lugar dos sínodos da igreja e até mesmo como deveria ser realizada a votação. Sem sua aprovação, eles não poderiam aprovar a lei; ele era o único legislador do Império.”

A própria ideia dos concílios da igreja, foi inventada por Constantino, que a despeito de sua professa conversão a Cristo, permaneceu sendo um pagão até o fim de sua vida. Ele nunca renunciou sua lealdade aos deuses pagãos, e nas moedas imperiais foi mantida a homenagem ao deus sol. Constantino adiou o seu batismo o quanto pôde, e só concordou em ser batizado um pouco antes de sua morte. Ele foi batizado por Eusébio, um sacerdote herético e ariano.

O historiador católico, Philip Hughes, menciona que Constantino em seus hábitos, no final de sua vida, permaneceu sendo muito mais pagão do que antes. Seu temperamento furioso, a crueldade, a qual uma vez suscitada, não poupava a vida nem mesmo da sua esposa e filho Crispus, um sobrinho e um cunhado. Todos eles são testemunhas não agradáveis da imperfeição da conversão de Constantino.

O Ressurgimento do Império Romano: Dave Hunt escreveu: “Algo extraordinário está acontecendo. Isto não tem a ver somente com a Guerra Fria que acabou e o fato de que os antigos antagonistas agora trabalham juntos com um novo senso de confiança mútua. Também não é só pelo fato de que o comunismo caiu no Leste Europeu e que hoje estamos vendo a inacreditável formação de uma nova comunidade europeia estendendo-se desde o Atlântico até as praias da União Soviética no Leste do Pacífico. Também não é só pelo amanhecer de uma nova era de paz na qual os agressores se veem a si mesmos confrontados pelo resto do mundo que se levanta unidos para fazê-los se comportarem. Todos esses acontecimentos chegam às raias do miraculoso, mas há algo mais.

“Em adição a tudo isso mencionado, e muito mais marcante, é a explosão do interesse mundial na religião e na espiritualidade. Nós já falamos que Jesus e Seus apóstolos profetizaram a vinda de um tempo de aparente paz que conduziria ao Armagedom, e também profetizaram o reavivamento religioso que inclui o engano que preparará o mundo para o Anticristo.

“O mais surpreendente é a convergência de todos esses eventos ao mesmo tempo, criando assim o palco para o cumprimento do profetizado reavivamento do Império Romano em nossos dias. Se este realmente é o caso, então nós estamos testemunhando um dos mais importantes eventos de todos os tempos, evento este que precipitará tanto o surgimento do Anticristo como também a segunda vinda (de Jesus).”

O reavivamento do Império Romano implica a restauração da Igreja de Roma ao seu status anterior. O que está profetizado não é somente um reavivamento religioso mas um reavivamento da antiga religião do Império Romano, uma teocracia sediada em Roma/Jerusalém. Em 1987 o papa João Paulo II declarou aos repórteres em Miami que a “Democracia” não é a forma de governo preferida da Igreja Católica, e sim “uma instituição governada por “Jesus Cristo”, uma Teocracia.”

Pessoas que afirmaram que o Papado é o Anticristo.

Muitas pessoas que se tornaram famosas ao longo da história identificaram os papas como anticristos. Entre eles o físico Isaac Newton e o Rei James I da Inglaterra. Vejamos a lista completa, tirada do site:

*Clique na imagem para uma maior e melhor nitidez.

VICARIUS FILII DEI = SUBSTITUTO DO FILHO DE DEUS

15107293_1349071708460979_4767789221557004207_ncvb

15193648_1349071611794322_4960171369297992854_nsvb

ANTES DA REFORMA PROTESTANTE.

c. 1310
Dante Alighieri

c. 1331
Michael of Cesena

c. 1345
Johannes de Rupescissa

c. 1350
Francesco Petrarch

c. 1367
John Milicz

c. 1379
John Wycliffe

c. 1388
Matthias of Janow

c. 1389
R. Wimbledon

c. 1390
John Purvey

c. 1393
Walter Brute

c. 1412
John Huss

c. 1497
Girolamo Savonarola

DURANTE A REFORMA PROTESTANTE.

1522
Martin Luther

1543
Philipp Melanchthon

1545
Andreas Osiander

1554
Nicolaus von Amsdorf

1558
Johann Funck

1560
Virgil Solis

1570
Georg Nigrinus

1572
David Chytraeus

1530
Johann Oecolampadius

1557
Heinrich Bullinger

1550
William Tyndale

1545
George Joys

1554
Nicholas Ridley

1553
Hugh Latimer

1582
Thomas Cranmer

1550
John Bale

1562
John Jewel

1587
John Foxe

1563
Anglican Formulas

1547
John Knox

1593
John Napier

1614
Thomas Brightman

1618
David Pareus

APÓS A REFORMA PROTESTANTE.

1600 James I of England

1603 George Downham

1604 George Pacard

1607 Hugh Broughton

1612 Andress Holwig

1618 Matthias Hoe

1618 Daniel Cramer

1631 Joseph Mede

1643 Johannes Gerhard

1654 Thomas Goodwin

1655 John Tillinghast

1664 Henry More

1670 William Sherwin

1681 Johann H. Alsted

1684 Thomas Beverley

1685 Jacques Phillipot

1687 Pierre Jurieu

1689 Drue Cressener

1696-1781 Jacob Harmensz Pos

1699 “Mysteries … Finished”

1700 William Lowth

1701 Johannes Cocceius

1701 Robert Fleming, Jr.

1702 Georg her. Giblehr

1703 Daniel Whitby

1706 William Whiston

1712 Heinrich Horch

1720 Charles Daubux

1727 Sir Isaac Newton

1729 Th. Crinsox de Bionens

1735 Thomas Pyle

1740 Johann Aal. Bengel

1743 Berienberg Bible

1745 John Willison

1754 Thomas Newton

1758 John Gill

1764 John Wesley

1768 Johann Ph. Petri

1787 R. M. Antichrist

1787 Hans Wood

1793 James Becheno

1794 Joseph Priestly

1795 George Bell A

1796 Christian G. Thube

1797 David Simpson

1798 Edward King

1798 Joseph Galloway

1798 Richard Valpy

1800 Jean G. de la Flechers

1888 Ellen White

A Bíblia deve ser a interprete da própria Bíblia…Nas profecias bíblicas as Bestas citadas simplesmente representam Reinos/Poderes. Especificamente, a Besta que emerge do Mar (Apoc. 13), está inexoravelmente ligada a outros símbolos na Bíblia e todos representando o mesmo Reino/Poder: Apocalipse 17, A Prostituta montada numa Besta de 7 Cabeças. Daniel 7, O Chifre Pequeno.

[Com informações de Adventismo em Foco / Revelações do Apocalipse – Pr. e Dr. Samuel Ramos]

Depois de todos estes preciosos testemunhos dos últimos ou mais de 700 anos, o que você fará? Se junte a nós na proclamação das mentiras de Roma Papal!

Comentário: 🔥#500AnosDaReforma 

✍🏻 Haverá um Terceiro Templo? Tudo indica que sim. Haverá um falso Armagedom com guerra literal no vale do Megido? Possivelmente. Mas é tudo contrafação para enganar os que habitam sobre a Terra e desviar o foco do AntiCristo e seu Sistema(Roma Papal). Porém será tarde demais quando acordarem para essa verdade e virá repentina destruição. Porque o Reino de Deus não está nesse mundo.

…Veio-me a seguinte conclusão em relação a toda essa baboseira condizente com o Sinal astronômico que aconteceu no dia (23/09/2017). Tanto no meio secular que debocha da Bíblia por causa dos incautos religiosos, como às profetadas dos enganadores, falsos adoradores que inclusive se intitulam remanescentes …

Daí eu pergunto…De que escola bíblica-profética essa gente remanesceu? Dos 12 apóstolos? Da puríssima Igreja Primitiva? Do Movimento Adventista? Claro que não. Dos reformadores Martinho Lutero e Cia?… Jamais!

Afinal, o que é ser Remanescente?

Remanescente é ser aquilo que sobra, que resta ou que remanesce. Logo, o remanescente é parte daquilo que era um todo. Os remanescentes na Bíblia Sagrada são as pessoas que permanecem na Fé apostólica posteriormente na Fé dos reformadores. Porque remanescente é um pedaço do mesmo tecido anterior. Portanto temos que ter a mesma ideologia da Reforma. Ou então pode ser considerado qualquer outra coisa, de qualquer outra ideologia, menos um remanescente da Reforma.

👉🏻 Por que todo esse engano então? Por que tantas especulações proféticas em relação ao Estado moderno de IsraelArrebatamento? Por que essa Babilônia escatológica?

Resposta: Simplesmente porque não se ensina corretamente que o Anticristo já se manifestou há muitos séculos atrás. Ou seja, se fosse ensinado que a identidade do Anticristo é Roma Papal, nunca e de forma alguma haveria tanta especulação em torno de quem seria, quando apareceria e etc…

A culpa são dos que têm luz bíblica mas mesmo assim insistem colocar praticamente todas às profecias de Apocalipse 13 e os principais Eventos Finais por acontecer no futuro… Ou seja, muita coisa já aconteceu e a principal delas já ocorreu na Idade Média que foi a manifestação do Homem do Pecado e filho da Perdição como bem profetizou o apóstolo Paulo em sua Carta aos Tessalonicences.

{Eis a interpretação da Reforma …

Eis o ‘homem do pecado’, o filho da perdição’ citado pelo apóstolo Paulo em II Tessalonicences e pelo profeta Daniel no capítulo 11 como o ‘rei do norte’…

✔️ Papado / Roma Papal

O Reformador Martinho Lutero foi tão longe com esse assunto que chegou afirmar o seguinte: “Se você não lutar de todo coração contra o ímpio governo do Papado, você não pode ser salvo.”}

Temos que entender que as Profecias Finais não acontecem do nada, elas têm uma raiz. São desdobramentos progressivos que vão se cumprindo paulatinamente porém respeitando todo o contexto bíblico-escatológico ditado pela história.

O profeta Daniel profetizou sobre o chifre pequeno/rei do norte.

O Senhor Jesus O Cristo habitou entre nós na Terra discipulou e levantou Sua Igreja que foi duramente perseguida. Entregou o Apocalipse/Revelação a João em Patmos. Durante os primeiros séculos a Igreja permaneceu pura cheia do Espírito… Então séculos mais tarde se levantou um pretenso Poder Político-Religioso com Capa de Cristianismo ousando perdoar pecados, arrogantemente tomando para si o título de Vigário do Filho de Deus, mudando os Tempos/Calendário/Festas e a Lei de Deus e se assentando no meio da Cristandade como o exclusivo representante do Cristo na Terra, daí vem essas últimas gerações e ficam tentando adivinhar ainda quem é ou quem será o Anticristo? Pelo amor de Deus! Acordaaaaaaaaa!

Jonh Wyclifff, Jonh HussJacobus Arminius, Calvino, Lutero, John Wesley, até o cientista Isaak Newton corretamente identificaram e interpretaram na Bíblia que o NT ensina que o Templo de Deus é todo cristão e não mais templos de pedra. Também pelas Escrituras declararam e escreveram diversos textos mostrando que o rei do norte/grande Babilônia/Chifre Pequeno/Besta do Mar/Anticristo trata-se unicamente por Roma Papal sem sombra de dúvidas.

Quando as profecias do Capítulo 13 de Apocalipse se cumprirem elas sintonizarão com as profecias de Apocalipse Capítulo 17, então será o próprio Satanás/Anjo que sobe do Abismo que fará a contrafação do Senhor Jesus Cristo na Terra após descartar o Papado. Sim, em Apocalipse 17 diz que o Papado será descartado e consumido pelo fogo em algum momento futuro da Profecia. Notaram? As profecias são progressivas mas sempre dentro do Sistema da Besta do Mar/Anticristo/A Grande Meretriz. Se todos fossem ensinados biblicamente de que Roma Papal é o Anticristo profetizado pelos Apóstolos Paulo e João, logo, saberiam desde sempre sem sombra de dúvidas qual é a Marca/Sinal da Besta, o número do seu nome, e hoje jamais haveria essa Babilônia de profetadas de engano no meio Cristão.

Em síntese…Tudo que é ANTI se assemelha aquilo que contrapõe embora seja diferente. O Islamismo é maligno, um lixo de religião? Claro que sim! Porém o Islã é totalmente oposto ao Cristianismo bíblico, em suma, jamais o Anticristo poderia vir do Islã partindo do princípio semântico de que o AntiCristo se parece, se assemelha com Jesus Cristo contudo é um usurpador.

◄ 1 João 2:21-24 ►…”Portanto, não vos escrevo porque vos falta o conhecimento da verdade, mas justamente porque a conheceis e, porquanto, nenhuma mentira tem origem na verdade. Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Messias? Este é o Inimigo de Cristo: aquele que rejeita tanto o Pai quanto o Filho. Todo o que nega o Filho de igual forma não tem o Pai; quem confessa publicamente o Filho tem também o Pai. Quanto a vós outros, zelai para que aquilo que ouvistes desde o princípio permaneça em vossos corações. Porquanto, se o que ouvistes permanecer em vós, de igual modo permanecereis no Filho e no Pai”…

Finalizando…

Por exemplo: Antídoto. O antídoto é uma substância parecida com o veneno, porém, combate o veneno. Outro exemplo: Antítese. Antítese se parece com a Tese mas contraria a Tese. Dá mesma forma o AntiCristo, ele é contra O Cristo mas se assemelha de alguma forma ou quer ser semelhante ao Cristo. De maneira semelhante o AntiSelo/Marca de Deus só pode ser uma coisa parecida com Selo/Marca de Deus embora se opõe ao Selo/Marca de Deus. —DOMINGO vs SÁBADO

✔️ Reforma – O ensino do Dispensacionalismo, o suposto interesse na história recente dos cristãos evangélicos-protestantes por Jerusalém e pelo Israel literal é do Talmud(lei oral dos “judeus”) … NÃO É BÍBLICO. Portanto, rejeite!

Segundo a Bíblia e o apóstolo Paulo, o Israel de Deus é exclusivamente aqueles que aceitam o Senhor Jesus O Cristo como seu Único, Suficiente, Exclusivo e Eterno salvador…

Ensino puro da Reforma … O apóstolo Paulo em suas Cartas que tratam de Escatologia não se refere a uma pessoa literalmente se assentando num novo, e construído Terceiro Templo judaico de pedra, mas sim de um poder na Igreja Cristã se colocando no lugar do Cristo na Terra.

…”A ti, pois, ó filho do homem, te constituí por atalaia sobre a casa de Israel (a verdadeira casa de Israel é a Igreja espiritual do Senhor Jesus Cristo espalhada por toda Terra); tu, pois, ouvirás a palavra da minha boca e lhe darás aviso da minha parte”… ◄ Ezequiel 33:7 ►

RELACIONADOS:

>> Leia também: REVELAÇÃO BÍBLICA: Símbolos Proféticos – Significado Literal

Acesse: A Profecia das Nações

Acesse: O SINAL DO ANTICRISTO

Acesse: A MARCA DO ANTICRISTO

Acesse: A Verdadeira Marca da Besta

>> Leia também: Microchip, Tecnologia e 666 – Tirando o nosso foco na verdade bíblica da verdadeira Marca da Besta!

Acesse: O Anticristo vem do Islamismo?

Acesse: A Grande Batalha do Armagedom

>> Leia também: ECUMENISMO: A RELIGIÃO DE SATANÁS

>> Leia também: O QUE É A ONU? – CRIAÇÃO LUCIFERIANA!

>> Leia também: Islamismo ou Vaticano: Quem cumpre a profecia?

>> Leia também: O falso papa e o cumprimento da profecia do Terceiro Templo – A Religião Mundial

Acesse: Vi emergir do Mar uma Besta …E deu-lhe o Dragão o seu poder, o seu trono e grande autoridade

Acesse: A segunda Besta …e faz que a Terra e os que nela habitam adorem a primeira Besta, cuja chaga mortal fora curada

>> Leia também: A Nova Ordem Mundial de Apocalipse 13 e 17 em Detalhes!

>> Leia também: 4 de Julho: Os Estados Unidos são independentes ou existe um poder superior que domina a Casa Branca?

>> Leia também: Banco do Vaticano é o principal acionista da maior indústria de armamentos do mundo, a Pietro Beretta!

>> Leia também: Uma farsa muito grande está sendo montada: A Chegada! Estão nos preparando definitivamente para um contato alienígena?

>> Leia também: Antes, durante e depois da Reforma Protestante: pessoas fiéis ao Senhor Jesus Cristo que afirmaram com todas as letras que Roma Papal é o sistema do Anticristo!

_______
Siga APCNEWS no Facebook e Twitter

Deixe seu comentário!
Mais em Apologética News
Microchip, Tecnologia e 666 – Tirando o nosso foco na verdade bíblica da verdadeira Marca da Besta!

A Marca da Besta é um Microchip? Dentre todos os tópicos da Bíblia, talvez a Marca da Besta seja o...

Fechar