Papa Francisco diz que “cristãos” devem pedir perdão aos gays pelo tratamento que eles recebem!

35B226B000000578-3661182-image-a-60_1467005634433zxz

papa Francisco

O papa Francisco fez mais uma declaração de impacto neste domingo (26/06/2016). Para ele, a Igreja Católica Romana e os cristãos em geral devem pedir o perdão de homossexuais pela forma como os trataram no passado.

Falando a jornalistas, asseverou que o pedido de perdão da Igreja devia ser feito “aos pobres, bem como às mulheres que foram exploradas, às crianças que foram exploradas por trabalho (forçado). Deve pedir desculpas por ter abençoado tantas armas”.

A bordo de um avião, retornando a Roma após visita histórica à Armênia, Francisco foi questionado durante uma hora sobre diversos assuntos. Perguntado se concordava com os comentários de um cardeal alemão sobre a Igreja pedir desculpas aos gays, ele assegurou que sim.

Ao ser lembrando da morte de 49 pessoas em uma boate gay em Orlando, na Flórida, neste mês, o pontífice lembrou os ensinamentos da Igreja em que os homossexuais “não devem ser discriminados. Eles devem ser respeitados, acompanhados pastoralmente.” >> Leia também: Papa Francisco aprova oficialmente a união homossexual e pede aceitação a toda forma de amor em sua exortação apostólica pós-sinodal “Amoris Laetitia” >> Leia também: Após o papa Francisco pedir ao mundo maior aceitação e compreensão com “famílias não tradicionais” em sua exortação apostólica pós-sinodal “Amoris Laetitia”, Dicionários começam alterar a definição de “família” para incluir gays

__

Tema recorrente

Em 2013, ela já havia dito que não se pode julgar as pessoas por sua orientação sexual nem deseja ver a perseguição dos gays dentro da Igreja Católica.

Meses depois, após o encerramento da Jornada Mundial da Juventude, no Brasil, Francisco questionou: “Se um gay busca Deus, quem sou eu para julgar? ‘Quando Deus olha para um gay, ele confirma a existência dessa pessoa com amor, ou rejeita e condena esta pessoa?’ Nós devemos sempre considerar esta pessoa. Aqui entramos no mistério da humanidade”.

Na Armênia, o papa Francisco mais uma vez fez seu papel de promotor do Ecumenismo. O protestantismo está chegando ao fim.


__

A plena unidade entre as religiões está bem próxima de acontecer. Esta será a cartada final do inimigo. O engano será quase universal.


Via DC

Comentário: 

Esse papa Francisco é sonso ou tem memória curta?

O papa Francisco fez mais uma declaração curiosa e hipócrita. Para ele, a Igreja Católica Romana e os “cristãos” em geral devem pedir o perdão de homossexuais pela forma como os trataram no passado. Mas quem realmente deve pedir perdão por ter feito algo contra eles? O Cristianismo bíblico nada deve aos homossexuais, porém, o Catolicismo sim! Deve e deve o sangue de muitos deles… Assim como está banhado e deve o sangue de milhões de cristãos e judeus mártires derramados na Idade Média e Inquisição.

Depois dos cristãos e judeus, os homossexuais foram os mais perseguidos pela Inquisição. Os gays eram queimados na fogueira. Proporcionalmente, os gays constituíram o grupo social tratado com maior intolerância por esse Monstrum Terribilem. Foram mais torturados e degredados que os demais condenados e, não bastasse, receberam as penas mais rigorosas. Mas somente os praticantes do que a Inquisição classificava como “sodomia perfeita” ardiam nas fogueiras. Esta perfeição consistia “na penetração do membro viril desonesto no vaso traseiro com derramamento de semente de homem”. Os demais atos homoeróticos eram considerados pecados graves ou “molice”.

Eis o trecho de um discurso homofóbico lido num sermão de um Auto de Fé de Lisboa, Portugal, em 1645: “O crime de sodomia é gravíssimo e tão contagioso, que em breve tempo infecciona não só as casas, lugares, vilas e cidades, mas ainda Reinos inteiros! Sodoma quer dizer traição. Gomorra, rebelião. É tão contagiosa e perigosa a peste da sodomia, que haver nela compaixão é delito. Merece fogo e todo rigor, sem compaixão nem misericórdia!”

Portanto, esse blasfemador travestido de santidade deve rever com urgência seus conceitos se convertendo genuinamente em Cristo Jesus O Senhor.

MAIS…

RELACIONADOS:

_______
Siga APCNEWS no Facebook e Twitter

Deixe seu comentário!
Mais em Apostasia
Inquisição: A pena dos açoites!

Como se não bastasse a perda total dos bens, os prisioneiros da Inquisição que não eram assassinados tinham frequentemente que...

Fechar