Ritual de apedrejamento de Satanás!

por Júlio César Prado

14344692_660661677419661_3018218311362363765_nsdsd

Mais de 1,8 milhão de peregrinos muçulmanos celebram nesta segunda-feira (12/09/2016) o Eid al-Adha, a festa do Sacrifício, e o ritual do apedrejamento de Satanás em Mina, na Arábia Saudita, abalada no ano passado pela pior tragédia de sua história. O apedrejamento, no qual os peregrinos lançam simbolicamente pedras contra estelas, é um momento de alto risco do Hajj. No dia 24 de setembro de 2015, o ritual terminou em pesadelo: 2.300 peregrinos, 464 deles iranianos, morreram em um grande tumulto (France Presse).

Quando o Salvador chamou os discípulos para Seu serviço, o convite foi: “Segue-Me”. Para Pedro, André, Tiago e João nas praias da Galileia, para Mateus na coletoria de impostos, para o jovem rico que buscava o caminho da vida eterna, Seu convite foi o mesmo: “Segue-Me”.

E para todos, em todas as eras, que se volvem a Ele em busca de luz, conforto e salvação, Jesus diz: “Se alguém Me serve, siga-Me” (S. João 12:26). O plano de Deus para prover um modo de o homem escapar da escravidão de Satanás está centralizado em Sua generosa oferta de adotar a todos os que desejam pertencer a Sua família. Ele chama a isso de “nascer de novo”, só que desta vez é um nascimento espiritual.

Assim como a cerimônia de casamento declara publicamente que duas pessoas decidiram unir-se em matrimônio, o batismo confirma abertamente nossa decisão de unir-nos a Cristo. Quando uma pessoa entra na água e segura a respiração, isso simboliza a morte; quando ela é mergulhada na água, isso simboliza o sepultamento; e quando levanta da água, isso simboliza a ressurreição.

A palavra “batismo” vem da palavra grega “baptizo” que significa “mergulhar, imergir”. Os gregos usavam essa palavra para descrever a imersão do tecido na tinta. Pelo batismo nossos pecados são lavados, mas a água em si não é o que nos purifica. É a fé no sangue de Jesus que traz a cura espiritual para a lepra do pecado. Na foto, peregrinos muçulmanos no ritual de apedrejamento de Satanás em Mina, Arábia Saudita (Foto: Divulgação).

MAIS…

>> Leia aqui no site todos os Artigos e Estudos do jornalista e teólogo Júlio César Prado

_______
Siga APCNEWS no Facebook e Twitter

Deixe seu comentário!
Mais em Colunistas
O mundo não crê na volta de Cristo!

por Júlio César Prado “Haverá sinais no Sol, na Lua, e nas estrelas; sobre a Terra, angústia... perplexidade... Então se...

Fechar